segunda-feira, 16 de junho de 2014

Bom dia



A manhã renasceu cintilante,
Com o sol e seu brilho constante,
as estrelas guardadas na estante,
E a lua em seu sono distante.
Amanhã o segredo é futuro,
E o tempo obedece ao compasso,
um segundo a frente é um passo,
o relógio regula a passada,
o que passa já não se resgata.
Quando a noite trouxer o escuro,
e o tempo passar na piscada,
em um sonho eu fujo do mundo,
Enquanto em teus braços sou guardada.
E então, do poente a aurora,
passa hora que não se repara,
quais em troca eu daria o dia,
Tecendo lenta a madrugada.
Trocaria o dia por sonho,
na pressa de uma piscada.

H.I.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Para quem ama tecidos e estampas! Novidade!


Então, como a criatividadee o trabalho nunca param tem novidade lá no site Panólatras para quem é viciada em lindas estampas e tecidos como eu!!! 
Sempre feitas com muito amor! 







A.M.O.R.



Então vamos aos valores,
não sei contabilizar rancores,
meu arco íris é feito de cores,
e cada uma com mil sabores.
Não dou crédito ao descrédito,
acredito no acréscimo,
se for pro bem eu gasto, gosto,
não economizo para depois sentir remorso.
Meu amor eu não parcelo,
também não vendo ou empresto,
quem merece tem de graça,
mas pra receber tem que ter graça.
Não se pechincha o amor,
ele não esta a venda na praça.
Do amor eu vim,
um amor com fim,
mas mesmo sendo assim,
se eternizou em mim.
Portanto não acredito,
em amor contrário ao infinito,
No amor que dói por ter morrido,
Pois se dele vim, o amor é bonito.
O amor não é paixão,
não o confunda com tesão,
O amor é totalmente perfeito,
Não vira ódio dentro do peito.
Não se refugia ao ser dado em vão.
E de vão nada tem o amor
que sorri pra curar a dor,
que se doa sem contar valor,
E que se tem dentro da gente,
para ser dado a toda gente.
H.I.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Dor, amor.



O amor me move,
A dor me comove,
O amor me queima,
A dor teima,
O amor se lembra,
A dor esquece,
O amor semeia,
A dor padece.

Existe dor no amor?
Existe amor sem dor?

O amor é cura,
E a dor?
Censura.

H.I.

Fraqueza e sensibilidade



Não confunda fraqueza com sensibilidade,
A capacidade de sentir não faz de mim um fraco,
Minha percepção é aguda, minha natureza intensa
Mas não, isso não me fragiliza,
Sou sensível ao toque, das mãos que escorrem,
Sou sensível ao som das palavras que morrem,
Sou sensível ao vento quando sopra apressado,
Mas fraco, fraco não.

Não me sinto abatido nem desanimado,
Sei me defender, não sou vulnerável,
Admito ser sim, um ser impressionável,
mas fraco, fraco não sou.

Sou capaz de agir, de frutificar,
Não sou glacial mas incondicional,
Na inpulsividade talvez irracional,
Mas a fraqueza é um defeito que não tenho.

E essa minha certeza é matemática.

Sensível?
Sou sim, na teroria e também na prática
Como em uma ciência mais do que exata
Aqui, dentro do peito,
Onde tudo começa e também acaba.
Por onde tudo passa.

H.I.

domingo, 2 de junho de 2013

A produção


Que prazer fazer essa ilustração, para uma amiga e pessoa muito especial e talentosa!!
Para quem não conhece essa é a Nath Nogueira, carioca, produtora e blogueira por paixão, como ela mesma diz.
A Nath tem um blog incrível onde posta looks usados por ela com muito estilo e bom gosto!

 O blog é maravilhoso e se você não conhece vai correndo visita-lá !! Eu super indico!

A produção
Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget