sexta-feira, 12 de abril de 2013

Tempo

O seu tempo, muito lento e o meu acelerado.
O seu tempo não tem calma quando o meu caminha ao lado.
Quando entrega a liberdade, quando é desperdiçado.
O meu tempo perde o prazo na espera ignorado
O meu tempo inquieto vê o seu refugiado,
Escondido no vazio pelo vento carregado.
No espaço de uma vida muito tempo ainda é vago
Onde tudo é tão pouco, um segundo é sagrado.
Ja tornei inesquecível cada bit ao meu lado
Vou ser teu no infinito de um momento congelado.

H.I.


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget