segunda-feira, 9 de maio de 2011

Minha prisão


Respiro sem fôlego e falo sem pausa
Vomito palavras erradas
Te tiro do serio a cada segundo
Pois minha defesa é sua condenação.
Somos os dois, juízes e advogados
Somos o réu que se julga inocente
E o jure que assiste calado.
Somos o drama da vida real
a comédia da vida privada
seres humanos normais.
Sorrimos juntos, choramos juntos
Sonhamos juntos, amamos juntos
E daqui a um segundo me condeno a ser mais sua do que  a um segundo atrás.
Você é minha minha prisão perpé tua e não quero ser absolvida apenas compreendida.
Você e o amor da minha vida.

H.I

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget